quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Meus Top15 Mostra mais de 15 razões dizendo que, Praticar sexo faz bem a saúde!

A cada dia, os cientistas descobrem novos efeitos desta reação orgânica que, além de melhorar as emoções, faz muito pela sua saúde, além de proporcionar deliciosos orgasmos e momentos únicos de muito prazer, o sexo rejuvenesce, seca as gordurinhas extras, melhora a pele e ainda reduz o risco de doenças cardíacas, gripes, resfriados e dores de cabeça. Não acredita? Pois então se surpreenda a seguir com os benefícios que uma boa brincadeirinha entre quatro paredes pode fazer a sua saúde, autoestima e qualidade de vida.

É gostoso, é de graça e não engorda. Quais outras atividades ou prazeres você conhece que unem essas características? Difícil, não é mesmo? Pois saiba que, além dessas vantagens, a relação sexual é capaz de fazer milagres pela sua saúde. Acredite! O sexo é tão importante que, desde de 2000, a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera a pratica um dos quatro parâmetros essenciais para definir a qualidade de vida de uma pessoa ao lado do trabalho, lazer e convívio familiar. Diversos estudos e pesquisas também comprovam as maravilhas que a pegação entre quatro paredes pode fazer por você.

Relaxa
Pesquisadores da Universidade de Paisley, na Escócia, descobriram que pessoas que mantêm uma vida sexual ativa tendem a se sair melhor em circunstâncias estressantes em comparação àqueles que não fazem questão do rala-e-rola.
Isso ocorre porque, durante o ato sexual, o cérebro libera, por todo o nosso corpo, substâncias como a ocitocina e a endorfina, conhecida por ser o hormônio responsável pela felicidade. Quando descarregados, eles promovem um estado de relaxamento físico e bem estar.

Melhora a pele
Assim como toda atividade que exige esforço físico, o sexo intensifica o fluxo de sangue que corre pelo corpo devido ao calor, e faz com que as células recebam uma maior quantidade de oxigênio e nutrientes. Portanto, você exibirá uma cútis mais jovem, tonificada, livre de toxinas. Saiba, ainda, que o suor inevitável durante o ato contribui para a limpeza dos poros.

Rejuvenesce
O Hospital Real de Edimburgo na Escócia analisou, durante um estudo, que as mulheres que aparentavam cerca de 10 anos a menos do que sua idade cronológica tinham até três relações sexuais por semana, com um parceiro com o qual elas tinham envolvimento afetivo. A mágica acontece devido à liberação de oxigênio às células. Portanto, com sua vida sexual ativa é possível, sim aparentar ter entre sete e 12 anos a menos do que você realmente tem.

Emagrece
Quem disse que para perder peso devemos praticar apenas exercícios chatos e doloridos? Fique sabendo que, alem de ser prazerosa, a relação sexual pode sim, enxugar suas medidas. Isso porque, durante a relação amorosa, nosso corpo inteiro entra em ação: o coração acelera, os pulmões deixam a respiração ofegante e a musculatura atinge seu máximo nível de tensão. De acordo com o livro The Ultimate Sex Diet a autora Kerry McCloskey, você gasta até 250 calorias em meia hora de pegação. “ Isso equivale a limpar a casa durante uma hora”.

Previne Gripe e Resfriados
Pessoas que transam uma ou duas vezes por semana têm um índice 30% maios de um anticorpo chamado imunoglobulina A. Ele é responsável por proteger nosso organismo dos vírus da gripe e dos resfriados. Isso foi o que provou uma pesquisa da Universidade de Wilkes na Pensilvânia. Já cientistas americanos comprovaram que o sexo matinal é capaz de aumentar os níveis de hemoglobina, anticorpo que combate infecções.

As Dores
Dor de cabeça era sua desculpa para não transar? Agora não é mais! Uma pesquisa da Universidade de Rutgers nos Estados Unidos mostrou que o orgasmo libera analgésicos naturais como a dopamina e a serotonina, que combatem as dores de cabeça. Além disso, a sensação analgésica bem como o relaxamento se prolonga após o ato sexual e são capazes de amenizar até casos de insônia.

Reduz doenças cardíacas
Quando e atinge o orgasmo, a liberação de endorfina promove o relaxamento das paredes sanguíneas, o que facilita a circulação do sangue e, consequentemente, diminui as chances de as veias entupirem. Alem disso, um estudo realizado pela Queens University no Canadá, constatou que os riscos de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral diminuem quase pela metade se a pessoa mantém relações sexuais duas vezes por semana.
01 – ALIVIAR A DOR: O prazer sexual tem efeito anestésico. O limiar de tolerância à dor pode aumentar até 70% no momento do orgasmo – o que explica, entre outras coisas, a superação da dor nas práticas sadomasoquista s. (e reacende a discussão do milênio: (“Afinal, um tapinha não dói?”)02 – ATIVA A DIGESTÃO: Segundo pesquisadores americanos, a saliva que se troca em um beijo “profundo” facilita a digestão e tem efeitos benéficos sobre as defesas do organismo. Um boca-a-boca fogoso faz circular 9 gramas de água; 0,7 miligramas de gorduras, 0,45 gramas de sal e 250 bactérias. (alguém prefere chá de boldo?)03 – MELHORAR O HUMOR: O prazer influencia a produção de serotonina e dopamina, substâncias que “dopam” o cérebro e espalham sensação de bem-estar pelo corpo todo (quando aquela sua colega de trabalho chega toda sorridente em plena segunda-feira, já sabe o motivo, não é?)04 – DESCONTRAIR OS MÚSCULOS: Carinhos sobre a pele produzem um estímulo que chega até o centro motor nervoso Quando esse estímulo volta aos músculos, tem e feito relaxante.05 – DIMINUIR A ANSIEDADE: Carícias têm um verdadeiro poder calmante – graças à liberação das endorfinas. E, como toda atividade física, fazer amor permite botar para fora as tensões musculares, nervosas e psicológicas.06 – FACILITAR A FECUNDAÇÃO: O prazer pode favorecer a fecundação, mas isso não é sistemático. Descobriu-se que, a partir de um orgasmo muito forte, a mulher pode ter uma segunda ovulação em um mesmo ciclo.07 – ESTIMULAR A CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA: Durante a excitação sexual, a demanda por sangue aumenta nas zonas erógenas e no resto do corpo também. No momento do prazer, as artérias se dilatam, provocando uma sensação de bem- estar generalizada. (e tem gente que ainda usa meias kendall…) 08 – EQUILIBRAR A TIREÓIDE: O prazer sexual favorece o bom- funcionamento da tireóide. Quando a glândula funciona demais, a pessoa sente- se febril, sem energia. Quando ela não trabalha o bastante, não é melhor: a pessoa sente frio, engorda e sua libido diminui.09 – REGULAR A MENSTRUAÇÃO: Sexualidade mal vivida se traduz freqüentemente por ciclo menstrual irregular. O prazer sexual favorece o equilíbrio hormonal – e a menstruação na data certa. Além disso, estudos provam que mulheres que têm bons orgasmos sofrem menos com a tensão pré-menstrual. (tá vendo de quem é a culpa da TPM nas mulheres? depois eles ainda reclamam!) 10 – MELHORAR O SONO: Quando a pessoa se sente bem, o corpo produz endorfinas, que têm poderes calmantes e tranqüilizantes. ( tá explicado porque eles viram pro lado e dormem em seguida…) 11 – MANTER O PESO: Cada relação sexual de 20 minutos faz perder em média 200 calorias o equivalente a meia hora de tênis ou uma corrida de 1,5 Km. Se o prazer emagrece pouco, por outro lado produz endorfinas, que acalmam os ataques à geladeira.12 – DESENVOLVE O ESTRESSE POSITIVO: Boa parte das substâncias necessárias à uma relação sexual de qualidade é produzida pelas supra-renais, pequenas glândulas localizadas acima dos rins que funcionam melhor sob a influência do prazer. A adrenalina agita os sentimentos em caso de amor à primeira vista; a cortisona age contra a depressão e os hormônios andrógenos estimulam o desejo. (já repararam que tudo na vida é uma questão de hormônios? Até amor à primeira vista!) 13 – HIDRATAR A PELE: O prazer aumenta a produção de estrógeno (hormônio sexual feminino), o que faz a pele ficar mais bem irrigada, mais brilhante, mais lisa e mais macia. (lembre- se disso antes de gastar todo seu salário no novo lançamento da Lancôme !) 14 – MASSAGEAR O INTESTINO: A contração dos músculos abdominais durante o sexo funciona como uma massagem no intestino, o que favorece seu funcionamento. (adeus laxantes!) 15 – EXERCITAR O CORAÇÃO: O ritmo cardíaco sobe de 70/80 pulsações por minuto no estado de repouso para 100/160 pulsações por minuto.16 – DESENTOXICAR O SANGUE: Em estado de repouso, cada pessoa respira, em média, 15 vezes por minuto. Em estado de excitação, a média sobe para 40 vez es. Conseqüência: o corpo fica mais oxigenado, os resíduos de gás carbônico são eliminados e o sangue se regenera. É como fazer cooper. (e tem gente que fica correndo na esteira!)17 – AUMENTAR OS SEIOS: Sob o efeito da excitação, o volume dos seios pode aumentar até 25% e a sensibilidade se multiplica. (isso significa que se você caprichar nas preliminares, sua namorada nem vai precisar colocar silicone!) 18 – TONIFICAR O ABDÔMEM: Quando se faz amor com freqüência ou por muito tempo, trabalha-se a região abdominal. O responsável é o diafragma: acomodado entre a barriga os pulmões, este músculo se contrai sob efeito da aceleração da respiração e cutuca os músculos abdominais.19 – MELHORAR A MEMÓRIA: O hipotálamo, parte do cérebro onde ficam os centros de memória e de aprendizado, também é estimulado pelo prazer. Uma pesquisa americana feita com estudantes mostrou que a masturbação durante períodos de prova favorecem a concentração – a liberação de energia durante o orgasmo estimula o desejo de alcançar objetivos. (pra quem está perdido na vida, sexo é a melhor solução para alcançar objetivos!)20 – ALEGRAR A GRAVIDEZ: Inundado de hormônios, o corpo de uma mulher grávida induz a um aumento da circulação sangüínea, em particular no baixo ventre, o que facilita a relação sexual O prazer é ampliado por espasmos agradáveis do útero, que reage mais a estímulos por causa da presença do bebê.
Lembre-se com camisa sempre!

A ordem é: faça muito sexo, onde, quando e como preferir. Mas nunca, em hipótese alguma, abra mão da camisinha.

Nenhum comentário: